Indígena atingido por raio continua desaparecido no rio Solimões

Um dos jovens foi encontrado inconsciente e está sob cuidados médicos no Hospital Militar. O outro teve queimaduras de primeiro grau
Seca do Rio Solimões
Seca do Rio Solimões Otto Farias / Rádios EBC

As buscas pelo indígena Milton Lourenço, de 54 anos, desaparecido desde terça-feira continuam em Tabatinga, no Amazonas. Milton desapareceu após a canoa em que estava ser atingida por um raio na tarde de terça-feira. Ele e os dois filhos, Izael Lourenço e Denilson Januário, viajavam do Distrito de Santa Rosa, no Peru, para Tabatinga. A família mora na comunidade Porto da Lima, em Benjamin Constant.
 
De acordo com o Corpo de Bombeiros de Tabatinga, o acidente foi por volta das 14 horas e tanto os bombeiros quanto o SAMU prestaram atendimento às vítimas. O capitão Evilmar Lemos participou do programa "Alô Fronteira", da Rádio Nacional do Alto Solimões, e explicou como prevenir acidentes com raios.
 
Segundo ele, um dos jovens foi encontrado inconsciente e está sob cuidados médicos no Hospital Militar.  O outro teve queimaduras de primeiro grau e escoriações no ouvido e também está em tratamento. Durante toda a manhã desta quarta-feira as buscas foram intensificadas, mas até o fechamento da reportagem, Milton ainda não havia sido encontrado.
 
Ouça a entrevista completa, clique no player acima.

Produtor
Terezinha Barbosa
Kátia Franco
em
15/02/2017 - 13:50
atualizado em
15/02/2017 - 14:23