Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Conheça composições que utilizam instrumentos como tema

Bossamoderna conta com obras de grandes nomes da música brasileira

Bossamoderna

No AR em 23/09/2018 - 22:00

O Bossamoderna deste domingo (23) destaca composições que utilizam instrumentos como tema. O repertório conta com obras de grandes nomes da música brasileira.

O programa começa com “Prova de carinho”. A música é uma parceria de Adoniran Barbosa com o maestro mineiro Hervê Cordovil, em gravação de 1980.

O carioca João Callado faz uma homenagem ao “Cavaco”. O programa destaca a obra em faixa do disco “O som no fim do túnel’’, de 2017.

Noel Rosa também participa do repertório com a música “Triste cuíca”, em parceria com maestro Hervê Cordovil. O Bossamoderna apresenta a obra na releitura do cantor Marcos Sacramento e do violonista Luiz Flavio Alcofra.

O Trio Azymuth, formado por José Roberto Bertrami (teclados), Alexandre Malheiros (baixo) e Ivan Conti (Bateria e Percussão), apresenta nesta edição “Tamborim, cuíca, ganzá, berimbau”, em faixa do disco “Águia não come mosca”, de 1977.

A carioca Adiléia da Silva Rocha, a Dolores Duran, participa com “Viva meu samba”, de Billy Blanco. Esta edição destaca a obra em faixa do disco “Dolores Duran canta para você dançar vol. 2”, de 1958.

Os Novos Baianos apresentam “Fala tamborim”, composição de Moraes Moreira e Galvão. O programa traz a obra em gravação de 1974.

Ivan Lins apresenta “Quero de volta o meu pandeiro”. A música foi feita em parceria com Ronaldo Monteiro de Souza, em gravação de 1973.

Esta edição traz a parceria de Moacyr Luz com Zé Renato. A dupla compôs “Agogô”. O programa apresenta a obra em faixa do disco “Bebedouro”, de 2018.

Chico Adnet participa com ”Leva no piano, leva no pandeiro”, faixa do disco ”Leva no piano”.

Tom Jobim e Chico Buarque participam com “Piano na Mangueira”, faixa do disco “Paratodos”, de Chico Buarque.

Baden Powell é considerado um dos maiores violonistas do mundo. Esta edição apresenta “Baixo de pau (Um abraço, Ernesto) ”, em faixa do disco “Estudos”, de 1971.

O grupo Os Tincoãs integra o repertório com “Atabaque chora”, gravada em 1977.

Esta edição conta com a participação de Pixinguinha com “Trombone atrevido”, na interpretação de Zé da Velha, no trombone, e de Silvério Pontes, no trompete, em faixa do disco “Só Pixinguinha”, de 2006.

O Bossamoderna traz também no seu repertório “Piston de gafieira”, composição de Billy Blanco, na voz Jards Macalé.

O paraibano Chico César participa com “Caninana”, faixa do disco “’Estado de poesia”, de 2015.

Esta edição do Bossamoderna termina com “Obrigada bateria”, de Miro Barbosa. O programa apresenta a obra na voz de Alcione, em faixa do disco “Ouro e cobre”, de 1988.

Bossamoderna vai ao ar todo domingo às 22h pela Rádio MEC e MEC FM. Envie seus pedidos de músicas, participação ou informações da programação também pelo Whatsapp (21) 99710-0537.

Tags:  Instrumento

Mais do programa