Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Programa homenageia grandes nomes da música brasileira

Bossamoderna traz obras de Chico Buarque e Tom Jobim

Bossamoderna

No AR em 30/09/2018 - 22:00

O Bossamoderna deste domingo (30) apresenta uma edição repleta de homenagens entre colegas músicos. O programa conta no repertório com obras de grandes nomes da música brasileira, como Chico Buarque e Tom Jobim.

Esta edição começa com “As chuteiras de Itamar”, de Paulo Lepetit, Vange Milliet e Ortinho, na interpretação do grupo Isca de Polícia, em faixa do disco “Isca vol. 1”, de 2017.

O violonista Zé Paulo Becker participa com uma homenagem a João Bosco, com a música “Passeando no Bosco”, em faixa do disco “Violão, amigos e canções”.

O Bossamoderna traz outra homenagem de violonista para violonista: “Garoto”, do carioca Luiz Bonfá, um tributo ao paulistano Aníbal Augusto Sardinha.

Esta edição destaca também uma homenagem de sobrinho para tio. O baterista e compositor gaúcho Mutinho apresenta “Acalanto para embalar Lupicínio”. A composição feita em parceria com o poeta Vinicius de Moraes homenageia Lupicínio Rodrigues.

O acordeonista paulistano Toninho Ferragutti faz parte desta edição com “Egberto”. A música é uma homenagem ao compositor Egberto Gismonti, com obra em faixa do disco “A gata café”, de 2016.

A cantora carioca Dorina participa com “Flores em vida (pra Nelson Sargento)”. A obra foi feita em parceria com Aldir Blanc e Moacyr Luz e está no disco “Dorina canta sambas de Aldir e ouvir”, de 2016.

A flautista, pianista e compositora carioca Eliane Correa Salek traz uma “Homenagem ao Mestre Cartola”, em dueto com Nelson Sargento, do disco “40 anos de palco”, de 2017.

A cantora mineira Mariana Brant canta “Estação Caymmi”, uma homenagem ao baiano Dorival Caymmi.

Os grupos Graveola e o Lixo Polifônico participam desta edição com “Babulina’s trip”. A obra foi inspirada no samba rock de Jorge Benjor. O Bossamoderna traz a música em faixa do disco “Eu preciso de um liquidificador”, de 2011.

João Gilberto canta “Um abraço no Bonfá”, que ele gravou no disco “O amor, o sorriso e a flor”, de 1960.

O grupo Tungo apresenta nesta edição “Moacirsantoniana 4”, do violonista Mauricio Carrilho, uma homenagem ao maestro da afro-bossa-jazz pernambucano Moacir Santos. O programa destaca a obra em faixa do disco “Tungo”, de 2014.

O saxofonista carioca Zé Nogueira participa com uma homenagem ao gaúcho Radamés Gnattali. Ele apresenta “Sarau para Radamés” em faixa do disco “Disfarça e chora”, de 1995.

Tom Jobim faz parte desta edição com outra composição em homenagem a Radamés Gnattali: “Radamés Y Pelé”, em faixa do disco “Antonio Brasileiro”, o último álbum de Tom lançado no ano de sua morte, em 1994.

O compositor Fred Falcão faz parte do repertório desta edição com “Bossa nossa”, feita em parceria com Carlos Costa. O programa destaca a obra na voz Leny Andrade, em faixa do disco “Leny Andrade canta Fred Falcão - Bossa nossa”.

Esta edição do Bossamoderna termina com “Paratodos”, de Chico Buarque, em faixa do disco “Paratodos” de 1992.

Bossamoderna vai ao ar todo domingo às 22h pela Rádio MEC e MEC FM. Envie seus pedidos de músicas, participação ou informações da programação também pelo Whatsapp (21) 99710-0537.

Tags:  Chico Buarque

Mais do programa