Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Aguapé: planta que retira toxinas da água se tornou um problema mundial

Capacidade reprodutiva e impossibilidade de controle da espécie colocou o aguapé na condição de praga

Brasil Rural

No AR em 06/12/2018 - 09:51

O Brasil Rural conversa, nesta quinta-feira (06), com os professores Alcides Leão e Ivana Cesarino, da Faculdade de Ciências Agrônomas da Universidade Estadual Paulista (Unesp), sobre a planta aquática aguapé. A espécie, que se prolifera especialmente em represas, vem sendo usada para despoluir águas contaminadas, mas se prolifera com tanta velocidade, que já virou um problema ambiental.  

Segundo o professor Alcides, o aguapé se tornou um problema global pela sua enorme capacidade reprodutiva. Ele vive de água poluente, quanto mais poluída for a água, melhor para ele. Em água limpa, o aguapé espalha suas raízes em grande profundidade, dificultando a penetração de luz e impedindo que outras plantas se proliferem. Outro agravante, é que ele se torna berçário de mosquitos, colaborando com a proliferação deles.

A professora Ivana, coordenadora de um estudo sobre os aguapés, explica que diante da impossibilidade de controle da espécie, resta buscar um aprofundamento sobre os seus benefícios. “Já vem sendo estudado há décadas, o uso do aguapé como sorvente de metais pesados. Atualmente, estamos estudando-o como sorvente de outros contaminantes emergentes, como remédios, produtos de beleza, e outros".

Ouça a entrevista no player abaixo:

 

Tags:  meio ambiente

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 06/12/2018 - 10:01

Mais do programa