Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Peste suína em países da Europa pode impulsionar exportação brasileira

Surto da peste suína africana na China começa a refletir em países do leste europeu

Brasil Rural

No AR em 20/08/2019 - 06:34

No quadro Mercado e Cotações desta terça-feira (20) o professor Argemiro Brum, da Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unijuí), apresenta os valores dos principais produtos agrícolas nesta semana.

Ouça a entrevista no player abaixo:


Segundo Argemiro, uma pesquisa realizada pela indústria do arroz mostrou que o brasileiro consome 34 quilos do cereal ao ano, mostrando que não houve muita modificação na quantidade consumida por pessoa ao ano. "Espera-se um leve crescimento de 0,2% para esse ano", disse. O saco de 50kg fechou em R$ 42, em Santa Catarina, e o de 60kg, em R$ 59, em São Paulo. 

O mercado do feijão esteve bastante parado na última semana, notando-se que o feijão está cada dia mais ligado ao dólar. Há uma tendência de alta para o feijão preto. 

Em relação ao mercado das carnes, as exportações estão positivas. O volume diário das exportações chegou a 5.520 toneladas. "É um pouco mais baixo que julho e agosto de 2018, mas se o ritmo se mantiver, os embarques até o final de agosto podem ficar acima de 120 mil toneladas", apontou.

Sobre a carne suína, Argemiro falou que no segundo trimestre deste ano foram abatidas mais de 11 milhões cabeças de suínos no Brasil, representando aumento de 5,1% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. O economista apontou, ainda, que diversos países europeus anunciaram a presença da peste suína africana em suínos domésticos. "O que pode sobrar mais espaço para o Brasil em termos de exportação de carne suína". 

Diante da redução da oferta de suínos na China, a carne de frango se torna uma das substitutas e começa a ter chances de se tornar mais consumida no mundo. O quilo vivo do frango fechou em R$ 3,30 em São Paulo e R$ 3,50 no Rio Grande do Sul.

O Brasil Rural vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.

Criado em 20/08/2019 - 07:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa