Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Inseto raro é encontrado em cafezal de João Pinheiro, em Minas Gerais

O primeiro registro da cochonilha-vermelha-do-cafeeiro foi em 1919.

O programa Brasil Rural dessa segunda-feira (3) fala do inseto que se alimenta da seiva do café e foi identificado no cafezal de João Pinheiro (MG). No Brasil seu registro é de 1919.  O programa entrevistou o pesquisador da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG), Ernesto Prado, para falar da cochonilha-vermelha-do-cafeeiro. Segundo Ernesto Prado esse inseto é muito raro, não é frequente encontrar e não há motivos para se preocupar.

 

Ele também diz que o agricultor deve está alerta e fazer monitoramento para ter noção do que acontece no cafezal. "O agricultor é a pessoa que está todos os dias no campo observando as plantas. Como é impossível estar sempre no campo, é interessante saber o que está acontecendo, então, todo tipo de consulta que possa ser enviada é bem-vinda. Essa interação dá  resultado e é muito positiva", esclarece.

 

O pesquisador  também relata que esse inseto não é conhecido em outros lugares, somente no Brasil, e por enquanto toda referência é daqui. 

 

Ouça toda entrevista no player acima.

 

O Brasil Rural é transmitido de segunda a sexta e aos domingos, às 6h; e sábado; às 7h, nas rádios Nacional de Brasília e Nacional da Amazônia.

 

 



Ouvinte pergunta, Nacional responde: o que fazer com pragas em hortas?

Criado em 03/08/2015 - 20:50 e atualizado em 03/08/2015 - 17:40

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa