Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

51% da área rural da América Latina pertence a 1% das propriedades, diz estudo

Segundo relatório da Oxfam Brasil, país ocupa o 5º pior lugar na

A Oxfam, Confederação Internacional que luta contra a pobreza e a desigualdade em mais de 90 países, divulgou recentemente o relatório Terra, Poder e Desigualdade na América Latina. O estudo alerta, a partir da análise dos Censos Agropecuários locais, que apenas 1% das fazendas ou estabelecimentos rurais na América Latina concentra mais da metade (ou 51,19%) de toda a superfície agrícola da região. No Brasil, 45% da área rural está nas mãos de menos de 1% das propriedades. 

 

Sobre a concentração de terras e o Índice de Desenvolvimento Humano (IDHm), o Brasil Rural desta quinta-feira (8) entrevistou a diretora executiva da Oxfam Brasil, Katia Maia, que comentou a situação. "Quando falamos da concentração de terras, falamos da concentração de recursos naturais dessas propriedades. Outro ponto em questão é que 87% das propriedades de terras está no poder de homens. Na área rural, 94% das terras são dos homens e as mulheres (possuem) 6%", ressaltou.

 

A Oxfam Brasil lançou também o estudo Terrenos da desigualdade: terra, agricultura e desigualdades no Brasil rural, que explora mais profundamente a desigualdade no acesso à terra no país. Com isso, o Brasil ocupa o quinto pior lugar no ranking da América Latina, com nota 0,87 no coeficiente de Gini para distribuição de terra. A Colômbia é um dos casos mais extremos, com 0,4% das propriedades concentrando mais de 67% da terra produtiva.  

 

Clique no player acima  para ouvir a entrevista completa com Katia Maia.

 

O Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, de 6h às 7h, sábado, às 7h, e domingo, às 6h, pela Rádio Nacional AM de Brasília. 

 



Meio Ambiente abre 5 mil vagas para curso de gestão territorial

Criado em 08/12/2016 - 11:20 e atualizado em 08/12/2016 - 10:51

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa