Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Bolsa de mulher tem mais sujeira do que vaso sanitário. É possível?

Dr. Bactéria dá dicas úteis e práticas para evitar contaminação e

Bolsa de mulher e carteiras masculinas são muito contaminadas porque são colocadas em qualquer lugar, no chão, na cadeira, em cima da mesa, no balcão dos banheiros públicos, na mesa do bar. E dentro dela, põe de tudo, de dinheiro jogado solto, até um drops que com o tempo fica melado e cola moeda, clips, cabelos e poeira.

 

O biomédico Roberto Martins Figueiredo, mais conhecido como Dr. Bactéria, alerta para não colocar comida nenhuma dentro da bolsa, porque esses alimentos podem derramar, misturar com outras coisas e se contaminar. Ele lembra que os lugares mais sujos da bolsa são a parte de baixo e a alça, porque as mãos são o maior foco de contaminação. Ele também lembra as bactérias existentes em corremão, maçanetas e a escada rolante é o quinto lugar entre as coisas mais contaminadas que existem. Outra mais contaminada ainda é o carrinho de supermercados.

 

O Dr. Bactéria ensina que bolsa feminina tem que ser limpa toda semana e cada objeto dentro deve ser colocado separadamente.

 

Ouça a entrevista sobre as bactérias existentes nas bolsas e carteiras, ao Cotidiano, com a jornalista Luiza Inês Vilela, na Rádio Nacional de Brasília.



“Dr. Bactéria” responde sobre curiosidades do mundo dos microrganismos

Criado em 13/08/2015 - 22:01 e atualizado em 13/08/2015 - 18:49

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique