Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Reprodução assistida: mulheres asumem os riscos junto com o médico

As técnicas de reprodução assistida para mulheres com mais de 50 anos

O Conselho Federal de Medicina (CFM) lançou uma nova resolução para reprodução assistida: as mulheres com mais de 50 anos que quiserem engravidar poderão usar as técnicas de reprodução assistida, desde que assumam os riscos juntos com o médico. As técnicas de reprodução assistida que antes pareciam ficção, atualmente são mais acessíveis. Existem hoje mais de cinco milhões de crianças nascidas no mundo por meio da reprodução assistida e por isso, a necessidade de criar regras, porque não existe no Brasil legislação sobre essas técnicas.

 

Para falar do assunto foi entrevistado o especialista em Reprodução Humana e membro do Conselho Federal de Medicina, Adelino Morais. Ele conta que 1992  o CFM regulamenta essas técnicas, e que atualmente Conselho tornou a Câmara de Reprodução Assisitida um órgão permanente.

 

Adelino Morais analisa que quando a pessoa tem um câncer, na idade reprodutiva, com a evolução da ciência, ela é curada, mas os tratamentos, na maioria das vezes, deixam a pessoa infértil. "Um grande avanço da medicina hoje foi o congelamento de óvulos ou de espermatozóides, antes do tratamento oncológico. Com isso, se tem a segurança e uma possibilidade consegui uma gravidez no futuro", esclarece.

 

Confira mais informações sobre reprodução humana, fertilização in vitro e as resoluções do CFM nesta entrevista ao Cotidiano, na Rádio Nacional de Brasília, com apresentação de Luiza Inez Vilela.

 



Saúde da mulher: planejamento familiar

Proteste lança o Guia da Maternidade para ajudar a planejar e criar os filhos

Criado em 01/10/2015 - 21:13 e atualizado em 01/10/2015 - 17:21

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique