Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Quatro em cada dez brasileiros já pediram o nome emprestado para fazer compras

É o que aponta pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito - SPC Brasil

Quais os riscos para quem empresta o nome para compras a crédito? Quem mais faz este tipo de negócio? O Cotidiano conversou sobre o assunto com a economista chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), Marcela Kawauti.

 

 

A economista diz que esta é uma situção mais frequente do que imaginávamos: "os brasileiros têm esse costume de pedir o nome empresatado, principalmente entre as mulheres e as pessoas das classes C, D e E". O cartão de crédito é o meio de pagamento mais solicitado na hora de pedir o nome emprestado", explica.

 

 

Ainda segundo ela, o empréstimo do nome geralmente é feito por pessoas próximas: pais, irmãos, familiares. Então, quem pede o nome empretado para compras é porque já está com seu nome sujo. E acaba constrangendo o parente próximo ou amigo.

 

 

Saiba como se livrar do perigo de pagar a conta de quem pede o nome emprestado, no player acima.



Criado em 02/08/2016 - 20:00 e atualizado em 02/08/2016 - 17:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique