Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Estudo da ONU prevê crescimento de 0,4% para economia brasileira

Na parte do desemprego, o documento da Cepal diz que no Brasil ele permanece “estancado” e acima da média da América Latina e Caribe

Em Conta

No AR em 04/08/2017 - 11:09

O documento divulgado nesta quinta-feira (03) pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal), órgão da Organização das Nações Unidas (ONU), intitulado “Estudo Econômico da América Latina e do Caribe 2017", é o assunto deste Em Conta.

Comitê da ONU

Ouça entrevista dada pelo chefe do escritório da Cepal no Brasil, Carlos Mussi, para a Rádio ONU e os comentários da economista-chefe do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC), Marcela Kawauti, principalmente sobre desemprego e a sugestão de aumento de impostos.

O Trocando em Miúdo, por sua vez, tenta detalhar o estudo, com mais de 10 páginas, tanto na primeira parte do programa Revista Brasil, quanto no distribuído para uso das emissoras de rádio.

Para ouvir o programa, clique no player acima.

Para ler o documento por completo, em português, clique no link abaixo.

http://www.cepal.org/pt-br/comunicados/america-latina-o-caribe-registrarao-taxa-crescimento-positiva-2017-embora-ainda-baixa

Veja ainda o Trocando em Miúdo na página do Facebook da Rádio Nacional de Brasília.

https://www.facebook.com/nacionaldebrasiliaam/

O Em Conta– a economia que você entende - vai ao ar de segunda a sexta-feira, com 30 minutos de duração, a partir de uma da tarde (horário de Brasília) na Rádio Nacional da Amazônia e Rádio Nacional do Alto Solimões. Produção: Cleide de Oliveira. Edição e apresentação: Eduardo Mamcasz.

Participe através do nosso e-mail: emconta@ebc.com.br

Criado em 04/08/2017 - 11:15 - Episódio Cepal divulga estudo 2017

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa