Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Orelhões: Proteste defende a manutenção dos telefones públicos

Pela legislação em vigor, as telefônicas são obrigadas a manter 869

Pela legislação em vigor, as telefônicas são obrigadas a manter um telefone público, os chamados orelhões, para cada mil habitantes, ou seja, 869 mil aparelhos em funcionamento, o que representa metade do que existia quando o serviço de telefonia foi privatizado.

 

Apesar do pouco uso, em alguns lugares, os aparelhos de uso público precisam ter manutenção e reparo, quando for o caso, em no máximo 48 horas. Sem contar a disponibilidade de compra dos cartões necessários, com crédito sem prazo para perder a validade, como acontece com os celulares pré-pagos.

 

Ouça também: Operadoras de telefonia pedem a regulamentação do uso do WhatsApp e Netflix

 

No quadro Entrevista de Valor, do Em Conta, desta quarta-feira (26) tem como convidada a coordenadora institucional do Proteste- Associação de Consumidores, Maria Inês Dolci. Além de defender a manutenção dos “orelhões”, ela ainda afirma que está faltando um cuidado maior quanto à localização, entre outras coisas.

 

Para saber mais, ouça a entrevista completa no player acima.

 

Além disso, o Em Conta de hoje que, normalmente, em toda quarta-feira se reserva a assuntos relativos à defesa do consumidor, apresenta da reportagem da Priscila Rangel sobre o TAC. É a Tarifa de Abertura de Crédito, que bancos e financeiras cobram, embora ilegalmente, de quem precisa abrir fichário para concessão de empréstimo, crédito ou financiamento.

 

O Em Conta– a Economia que você entende vai ao ar de segunda a sexta-feira, a partir de 12h40 na Rádio Nacional da Amazônia e de 10h40 na Rádio Nacional do Alto Solimões.

 

A produção é de Cleide de Oliveira. A edição e apresentação é de Eduardo Mamcasz. Continue participando: emconta@ebc.com.br



Criado em 26/08/2015 - 13:54 e atualizado em 27/08/2015 - 09:48

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa