Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

MPF/RR denuncia prefeita de Boa Vista por desvio de recursos públicos

Tereza Surita é acusada de superfaturar obras no município em 2002

No AR em 16/03/2017 - 07:45

A prefeita de Boa Vista, Maria Tereza Surita, é acusada de desviar recursos públicos relativos a convênios na execução de obras de pavimentação de ruas no município. A denúncia feita pelo Ministério Público Federal de Roraima (MPF/RR) também recai sobre o empresário Nei Afonso Borges, proprietário da empesa NAB Engenharia Ltda.

 

Em 2002, Tereza Surita assinou contrato com a empresa citada para a execução de obras de pavimentação. Os recursos foram obtidos mediante convênio firmado entre a prefeitura e a Caixa Econômica Federal no valor aproximado de 2 milhões de reais. Mas, de acordo com o MPF, houve superfaturamento no contrato no valor de mais de 350 mil reais.

 

A empresa apresentou cálculos como se tivesse arcado com os custos de diversos equipamentos necessários para as obras. Porém, boa parte dos equipamentos foram cedidos pela prefeitura.

 

A prefeita do município e o então secretário municipal de obras, Nélio Afonso Borges, irmão gêmeo do empresário denunciado, assinaram um termo de cessão de veículos e máquinas em favor da empresa. A perícia apurou que houve omissão de informações sobre a cessão de equipamentos no contrato.

 

O MPF pede a condenação dos acusados nas penas de crime de responsabilidade.

 

A reportagem entrou em contato com a assessoria da prefeita e aguarda retorno. Não conseguimos contato com o empresário citado.

 

Também são destaques do Jornal da Amazônia 1ª Edição desta quinta-feira (16): BNDES aprova financiamento para projetos de geração renovável de energia na Amazônia; produtores rurais devem ficar atentos às particularidades para a declaração do imposto de renda