Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Rio Juruá, no Acre, já registra a maior cheia dos últimos 22 anos

Dados da Defesa Civil apontam que o nível do Juruá chegou aos 14

O rio Juruá já registra a maior cheia dos últimos 22 anos. O manancial ultrapassou a marca da grande enchente de 1995, quando chegou a 14 metros e 18cm. Dados divulgados nesta quarta-feira (01) pela Defesa Civil apontam que o nível do Juruá chegou aos 14 metros e 20 centímetros.

 

 

A enchente já alagou 12 bairros de Cruzeiro do Sul, segunda maior cidade do Acre. Quatrocentas e vinte e cinco famílias estão desalojadas. Quase duas mil pessoas precisaram ser retiradas de suas casas. De acordo com o Governo do Estado muitas pessoas estão hospedadas em casas de familiares e algumas estão se valendo do aluguel social. Outras famílias estão sendo alojadas no Centro Esportivo Alailton Negreiros de Melo, em Cruzeiro do Sul.

 

 

Mas não é só a cheia do Juruá que preocupa. O rio Tarauacá também está acima da cota de transbordamento. A boa notícia é que o nível do manancial começou a baixar. Na manhã de hoje, o rio amanheceu com 10 metros e 50 centímetros (dez centímetros mais baixo que ontem)

 

 

Por causa das enchentes, quatro mil cento e oitenta casas estão sem energia na região do Juruá. O corte foi feito preventivamente pela Eletrobrás em quatro municípios. Cruzeiro do Sul e Tarauacá foram os mais afetados. Também houve corte de energia em alguns bairros de Rodrigues Alves e Marechal Taumaturgo.

 

 

Cruzeiro do Sul e Tarauacá já decretaram estado de emergência. Uma equipe do Ministério da Integração avalia a possibilidade de prestar auxílio emergencial aos municípios atingidos.

 

Outros destaques do Jornal da Amazônia, segunda edição:

 

- Brasil e Colômbia anunciam ações conjuntas de combate a crimes transfronteiriços;

 

- Mutirão de defensores públicos começa na próxima semana, em Manaus.



Criado em 01/02/2017 - 20:40 e atualizado em 01/02/2017 - 18:44

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique