Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Plataforma digital ajuda a ampliar índice de leitura nas escolas

Segundo fundador da Árvore de Livros, já estão inseridos mais de 200 mil alunos na plataforma em mais de 150 cidades diferentes. Só em Manaus, são mais de 60 mil alunos totalmente offline.

Nacional Jovem

No AR em 06/01/2020 - 16:00

Com o nível de leitura e interpretação de textos dos estudantes estagnados no nível básico, uma plataforma vem inovando e ajudando a estimular a leitura nas escolas. É a Árvore dos Livros, uma edtech nacional, lançada em 2014, cujo propósito é transformar a educação no Brasil por meio da formação de novos leitores. Para falar sobre essa tecnologia, Ediléia Martins conversou com o fundador da Árvore de Livros, João Leal. 

"A Árvore é uma plataforma de leitura pensada e construída para escolas públicas e privadas, em território nacional, que tem o objetivo principal de despertar o interesse dos alunos pela leitura. A nossa missão é despertar esse prazer, essa paixão, para que os alunos se sintam motivados. Não só para desenvolver as habilidades que a leitura traz mas que também possam ampliar um pouco o seu repertório", esclarece ele.

Para isso, eles trabalham com tecnologia, funcionando de maneira 100% digital. "A dinâmica de uso é bastante parecida com um Netflix da escola, onde você consegue entrar pra ler pelo celular, pelo computador, de casa, da escola, offline, de onde estiver. Hoje a gente tem pouco mais de 500 editoras na plataforma, são mais de 30 mil títulos que você pode acessar pra ler, de maneira ilimitada", complementa João.

"É muito comum as escolas comentarem que com o passar do tempo os alunos vão perdendo o interesse pela leitura. Geralmente, ela ocorre de forma mais forte nos anos iniciais. Além do que, o acesso no Brasil ainda é bastante complicado. A gente também desenvolve outras práticas para engajar alunos e professores. A gente tem, por exemplo, uma série de ferramentas e projetos de leitura pensados para os professores". Na entrevista, João destaca ainda que a plataforma deve atender no ano que vem os alunos do EJA - Educação de Jovens e Adultos. 

Quer saber mais sobre concursos como  "Li, Gravei - Concurso de Booktubers"? Ou qual o feedback dos pais? Ouça no player acima a entrevista completa.

O programa Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 16h, na Rádio Nacional da Amazônia, e às 15h, na Rádio Nacional do Alto Solimões

Criado em 06/01/2020 - 17:23 e atualizado em 06/01/2020 - 17:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa