Estudo revela: 27% dos brasileiros entre 15 e 64 anos são analfabetos funcionais

O estudo “Alfabetismo no mundo do trabalho” mostra também que 4% dos brasileiros são analfabetos totais
Analfabetismo
Analfabetismo Public Domain / Pixabay / CC

O estudo "Alfabetismo no mundo do trabalho" do Instituto Paulo Montenegro e da ONG Ação Educativa, em parceria com o Ibope Inteligência foi assunto do Nacional Jovem da última quarta-feira (2). O estudo revela que 27% dos brasileiros entre 15 e 64 anos são analfabetos funcionais, e 4% dos brasileiros são analfabetos totais.
 
A entrevistada foi a diretora-executiva do Instituto Paulo Montenegro, Ana Lima que fez uma análise sobre o estudo. Ela explica que o estudo vem sendo feito de 2001, a partir de sugestões de especialistas da educação. 
 
"A gente aplica uma amostra de duas mil pessoas em todo Brasil, nessa faixa de 15 a 64 anos. A gente faz entrevistas na casa, na residência das pessoas que são selecionadas para fazer parte da mostra e aplica um pequeno teste de situações de leitura, escrita, uso da matemática no cotidiano", diz. 
 
Segundo Ana Lima, a análise do estudo feita ao longo dos últimos anos constata que o país reduziu de 39% para 27% as taxas de analfabetismos funcional, se mantendo nesta faixa até os dias de hoje.
 
A diretora- executiva, atribui a redução ao fato do país ter conseguido aumentar a quantidade de pessoas nas escolas e nas universidades, no entanto, alerta que a partir de agora o país só conseguirá reduzir estes índices, se investir na qualidade do ensino.
 
Ela diz que é preciso assegurar aos que estão na escola, que eles sairão com mais competência de leitura, escrita e matemática. "Por outro lado,para quem não teve essa oportunidade de aprender, que sejam garantidos outros espaços, outras oportunidades, como cursos complementares ou coisas que as comunidades, igrejas ou empresas podem oferecer para se desenvolver plenamente durante a vida", esclarece. 
 
Ana Lima destaca também que em um mundo globalizado e mais competitivo, em que a produção requer mais conhecimentos tecnológicos, o trabalhador com limitações na compreensão, ainda que alcance um bom cargo, não será um colaborador capaz de exercer plenamente a função em cargos que requerem cada vez mais sofisticação em suas competências.
 
Confira na integra no player abaixo. 

 
O Nacional Jovem vai ao ar de segunda a sexta, às 14h (horário de Brasília), na Nacional da Amazônia, e às 12h (horário local), na Nacional do Alto Solimões. Você pode ouvir o programa no mesmo horário, ao vivo, aqui no site das Rádios EBC.

Nacional Jovem
em
07/03/2016 - 16:20
atualizado em
07/03/2016 - 16:17