Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Síndrome do pânico pode acometer grávidas

O transtorno gera medo intenso, sem que haja um motivo aparente

Ponto de Encontro

No AR em 13/09/2018 - 11:35

Nesta quinta-feira (13), a psicóloga Lívia Marques, com experiência na área hospitalar, fala com o Ponto de Encontro sobre a síndrome do pânico em mulheres grávidas.

A síndrome do pânico é um é um transtorno de ansiedade, que gera medo intenso, sem que haja aparente motivo. Considerada doença dos tempos modernos, o ataque de pânico acontece em um breve momento com medo intenso de morrer, sintomas físicos como náuseas ou distúrbio gastrointestinal, taquicardia e sudorese.

O transtorno pode ocorrer em qualquer pessoa, inclusive em mulheres grávidas, que em geral, já apresentavam algum quadro de ansiedade.

Segunda a psicóloga, é comum, no momento da crise, a pessoa pensar que está tendo um AVC ou infarto.

“A mulher grávida ainda tem uma questão muito grande, que é o fato de ela estar com uma criança na barriga e ela ter medo repentino e incessante por não saber como vai ser o nascimento do bebe, como vai ser dalí pra frente. Então, a gente precisa ter muita cautela com isso e um cuidado muito extremo. Por isso que a gente fala do pré-natal com o obstetra e do pré-natal psicológico também”, explica Lívia Maques.

Ouça a entrevista no player abaixo:

O programa Ponto de Encontro vai ao ar de segunda a sexta, às 10h, na Rádio Nacional da Amazônia; aos sábados, às 7h, e aos domingos, às 8h, na Rádio Nacional do Alto Solimões.

 

 

Mais do programa