Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Ex-secretários do Amazonas serão transferidos para presídio

Eles seguem para o Centro de Detenção Provisório Masculino – CDPM II

Repórter Amazônia

No AR em 02/01/2018 - 19:42

 Os quatro ex-secretários do governo do Amazonas presos desde domingo nas dependências da Polícia Federal no estado serão transferidos nesta terça-feira (02) para o Centro de Detenção Provisório Masculino – CDPM II. Ainda não foi confirmado o horário exato da transferência. Pedro Elias, Wilson Alecrim, Afonso Lobo e Evandro Melo são acusados de desviar verbas da saúde pública do Amazonas. O ex-governador do estado, José Melo, está detido sob a mesma acusação. Melo permanece sob a custódia da Polícia Federal, atendendo a prisão temporária, por determinação da Justiça Federal.

No dia 31 de dezembro, o ex-governador do Amazonas e quatro ex-secretários de governo tiveram o pedido de prisão decretado pela juíza federal Ana Paula Serizawa. Ela anulou a prisão domiciliar dos acusados, concedida quatro dias antes pelo juiz plantonista Ricardo Salles. A juíza afirma que não existem documentos ou fatos novos a serem considerados e que não cabe a juiz plantonista revisar decisão anterior.

O ex-governador do Amazonas foi cassado em maio do ano passado por compra de votos na eleição de 2014. Na época, José Melo afirmou que considerava a decisão injusta e negou a prática de qualquer ato reprovável. Em agosto, Amazonino Mendes, do PDT, foi eleito novo governador do Amazonas.

Tentamos contato com a assessoria do PROS, partido do ex-governador José Melo, mas não conseguimos retorno até o momento.

Confira ainda no Repórter Amazônia desta terça-feira (02):

- Amapá tem previsão de chuvas intensas e alagamentos nos próximos meses

- Nasa monitora cidades brasileiras por derretimento de geleiras. Belém está na lista.

- Projeto no Tocantins salva tartarugas do Rio Araguaia

 

O Repórter Amazônia é uma produção da equipe de radiojornalism da Empresa Brasil de Comunicação em parceria com a Rede de Rádios Públicas da Amazônia.

Mais do programa