Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Casa de Acolhimento LGBT+ em Manaus arrecada recursos

Com expectativa de inauguração em janeiro de 2018, local irá oferecer atendimento psicológico e jurídico, além de capacitação profissional

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 06/12/2017 - 07:20

O grupo Manifesta LGBT+, de Manaus, realiza uma nova etapa da campanha de arrecadação de recursos para a criação da Casa de Acolhimento LGBT+. A ideia é inaugurar a casa no dia 1º de janeiro de 2018.

O projeto já conta com R$ 11 mil em doações por meio de vaquinha virtual, mas o recurso não é suficiente para garantir o funcionamento da casa por mais de seis meses. A nova estratégia de arrecadação é a realização de festas com parte da bilheteria e dos cachês revertidos para o projeto.

O diretor do grupo Manifesta LGBT, Gabriel Mota, diz que Manaus é a capital da região Norte com o maior número de casos de violência contra a população LGBT.

A Casa de Acolhimento LGBT+ pretende atender seis pessoas pelo período máximo de seis meses. Durante esse período, elas vão receber atendimento psicológico e jurídico, além de capacitação profissional. O atendimento será feito por profissionais voluntários.

Para contribuir com o projeto, acesse a página de doações da Casa de Acolhimento LBTG+ de Manaus. O grupo LGBT+ também aceita doações de roupas, móveis e eletrodomésticos para a casa.

Confira também no Repórter Nacional - Amazônia desta quarta-feira (6):

- Defensoria Pública do Pará vence prêmio Innovare em Brasília 

 

 

Mais do programa