Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Começa o período proibitivo de queimadas em Mato Grosso

Estado registrou mais de mil focos de incêndio desde o início do ano

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 18/07/2018 - 10:17

O período de proibição das queimadas em zona rural em Mato Grosso começou no último domingo (15) e vai até o dia 15 de outubro. A data não é fixa, já que dependendo do clima e das ocorrências reportadas, pode ser prorrogada.

De acordo com o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), entre 1º de janeiro e 17 de julho foram registrados mil duzentos e sessenta e cinco focos de queimadas em Mato Grosso.

O estado é o segundo com mais incêndios na Amazônia Legal ficando atrás de Roraima e Tocantins, que estão empatados em primeiro lugar, com 1930 focos de calor cada.

Segundo o tenente-coronel do Corpo de Bombeiros de Mato Grosso, Paulo Barroso, o período de estiagem facilita a propagação do fogo.  “O estado de Mato Grosso, assim como toda a região centro-oeste tem um período longo de estiagem. Todos os anos entre os meses de julho e outubro praticamente cessam as chuvas nessa região, a umidade fica extremamente baixa e por causa disso facilitam os incêndios florestais de pequeno, médio e grande porte. Vale lembrar que: um incêndio começa sempre pequeno. As vezes um palito de fósforo começa um incêndio”.

Além de colocar em risco quem passa por rodovias e estradas rurais, as queimadas prejudicam o meio ambiente com desmatamento e morte de animais.  O Corpo de Bombeiros chama a atenção para algumas atitudes que podem prevenir queimadas, como: não jogar lixo em beira de estrada, principalmente latas, vidros e bitucas de cigarro, além de evitar descartar tecidos sujos com material combustível como graxa, gasolina e querosene.

Ouça o Repórter Nacional - Amazônia (7h40) desta quarta-feira (18):

 

Criado em 18/07/2018 - 10:19

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa