Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Escolas de Mato Grosso terão aulas de cultura afro-brasileira e indígena

Iniciativa começa com os professores de Cuiabá, em razão do aniversário de 300 anos da cidade, no próximo ano

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 11/07/2018 - 10:43

A Secretaria Estadual de Educação de Mato Grosso e a Secretaria Municipal de Educação de Cuiabá irão executar projetos de formação de professores em história e cultura afro-brasileira e indígena.

A ação é uma resposta ao inquérito aberto pelo Ministério Público Federal para verificar se as comemorações do Dia do Índio nas escolas ocorriam de forma estereotipada, configurando a manutenção do preconceito contra as populações tradicionais. 

De acordo com o MPF, a investigação foi aberta para verificar o cumprimento da Lei 9.394 de 1996, que torna obrigatório o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena em estabelecimentos de ensino fundamental e médio, de escolas públicas e privadas.

A iniciativa irá começar com os professores de Cuiabá, em razão dos 300 anos da cidade, no próximo ano. 

A procuradoria da República elogiou os projetos desenvolvidos pelas secretarias e determinou que cópias dos trabalhos sejam encaminhadas aos Conselhos Estadual e Municipal de Educação. Além disso, estabeleceu prazo de 60 dias para que instituições privadas sejam orientadas na mesma linha dos projetos da rede pública, a fim de evitar o uso de estereótipos e combater o preconceito.

 

Ouça também no Repórter Nacional - Amazônia:

- Novo aumento no gás de cozinha desagrada paraenses;

 

Ouça no player abaixo:


 

 

Mais do programa