Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Amazônia Legal terá 90 milhões de reais para zoneamento ecológico-econômico

Processo é instrumento de planejamento territorial previsto na Política Nacional do Meio Ambiente e regulamentado por decreto

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 05/12/2018 - 11:18

O Comitê Orientador do Fundo Amazônia aprovou a liberação de 90 milhões de reais para a implementação dos processos de zoneamento ecológico-econômico nos nove estados onde há floresta amazônica. Cada estado da Amazônia Legal poderá elaborar uma proposta de até 10 milhões de reais para ser executada em até três anos.

O zoneamento ecológico-econômico é um instrumento de planejamento territorial previsto na Política Nacional do Meio Ambiente e regulamentado por decreto.

Segundo o Ministério do Meio Ambiente, que preside o Comitê Orientador, o apoio financeiro é estratégico para conciliar o desenvolvimento econômico e a conservação ambiental, além de ser uma das linhas de ação prioritárias do Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento, política pública que norteia a aplicação dos recursos do Fundo Amazônia, gerido pelo BNDES, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social.

As propostas podem ser elaboradas por governos estaduais e por organizações privadas sem fins lucrativos, com Acordo de Cooperação Técnica com o Ministério do Meio Ambiente. Os critérios podem ser consultados no site fundoamazonia.gov.br.

 

Ouça o Repórter Nacional - Amazônia (7h20) desta terça-feira (04):

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 05/12/2018 - 11:36

Mais do programa