Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Secretário de Justiça de Roraima é acusado de usar detentos para serviços particulares sem autorização

MPRR entrou com ação na justiça por ato de improbidade administrativa

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 19/11/2019 - 10:07

O Ministério Público de Roraima ajuizou uma ação contra o Secretário de Estado de Justiça, André Fernandes Ferreira, por ato de improbidade administrativa.

De acordo com o órgão, o secretário teria usado detentos para fazer serviços particulares na casa dele sem autorização judicial.

A irregularidade foi comprovada nos registros de ocorrência de plantão da unidade prisional, que apontaram que nos dias 25 e 27 de setembro, o secretário foi à Cadeia Pública Masculina e levou os internos para instalarem um cercado de madeira na casa dele. Além disso, eles teriam sido transportados sem algemas e sem escolta.

Segundo o MP, os dois presos cumprem pena em regime fechado e só poderiam trabalhar fora das unidades prisionais com as medidas de cautela contra fuga estabelecidas na Lei de Execução Penal.

A reportagem procurou o Governo de Roraima, mas até o fechamento desta matéria, não obteve retorno.

Ouça o Repórter Nacional - Amazônia desta terça-feira (19) 7h30:

Criado em 19/11/2019 - 10:11

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa