Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Após diminuição de casos de raiva, Tocantins acaba com obrigatoriedade de vacinação de herbívoros em 13 cidades

Segundo o governo, a redução dos casos de raiva foi possível graças ao controle dos transmissores da doença, principalmente morcegos hematófagos

Repórter Nacional - Amazônia

No AR em 10/12/2019 - 09:51

Nos últimos 5 anos, o estado do Tocantins registrou redução de 66% nos focos da raiva na criação de bois, cavalos, porcos, ovelhas, cabras e herbívoros em geral.

Com a medida, o governo do estado revogou a obrigatoriedade de vacinação desses animais para a raiva em 13 municípios.

As cidades de Palmas, Aparecida do Rio Negro, Novo Acordo, Brasilândia, Natividade, Chapada da Natividade, Silvanópolis, Pedro Afonso, Tupiratins, Bom Jesus do Tocantins, Miracema do Tocantins, Lajeado e Tocantínia eram as que tinham essa obrigação de vacinação.

Esses municípios não apresentam surtos epidêmicos da raiva há mais de 2 anos. Os casos da doença diminuíram de 48, em 2015, para 16 casos este ano.

Segundo o governo, a redução dos casos de raiva foi possível graças ao controle dos transmissores da doença, principalmente, morcegos hematófagos.

Mesmo a vacina não sendo mais obrigatória, a Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins recomenda que o produtor vacine os animas para evitar prejuízos e danos à saúde, já que a raiva é fatal ao rebanho e pode ser transmitida ao homem.

Ouça o Repórter Nacional - Amazônia desta terça-feira (10) 7h30:

Criado em 10/12/2019 - 09:57

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa