Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Paranoá ganha escola pública com metodologia diferente

A escola Comunidade de Aprendizagem do Paranoá não terá salas tradicionais, provas ou disciplinas isoladas

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 05/02/2018 - 15:27

Já imaginou uma escola em que os alunos definem os projetos que querem realizar, e a partir deles aprendem o conteúdo que normalmente é ensinado em disciplinas tradicionais? Pois esse é o modelo de Ensino que vai ser implementado na escola pública Comunidade de Aprendizagem do Paranoá, no Distrito Federal.

Enquanto o espaço físico está em obras, os 560 alunos ficarão na Escola Classe 8, no Cruzeiro. A previsão é que a estrutura seja inaugurada até abril.

A escola foi idealizada por um grupo de professores da Secretaria de Educação inspirados por outras escolas que usam metodologia parecida, como a escola da Ponte, em Portugal.

A coordenadora pedagógica da escola, Marina Teatini, diz que o objetivo é descobrir os interesses dos estudantes e contextualizá-los na comunidade em que vivem.

A ideia é acabar com o ensino em salas fechadas com cadeiras enfileiradas, e fazer educação em mesas redondas discutindo os projetos escolhidos, unindo alunos que têm interesses semelhantes. A professora Marina Teatini diz que, mesmo assim, as aulas tradicionais poderão ser dadas para tirar dúvidas.

A coordenadora pedagógica explica ainda que todo o conteúdo exigido pelo Ministério da Educação será oferecido aos alunos.

A avaliação também não será por provas. O tutor responsável é quem vai avaliar, em relatórios periódicos, o desenvolvimento dos alunos nos projetos empreendidos.

 

Ouça também nesta edição:

- Descarte inadequado de lixo causa ferimentos em garis

Deseja fazer algum tipo de manifestação?

Favor copiar o link do conteúdo ao apresentar sua sugestão, elogio, denúncia, reclamação ou solicitação.

Criado em 05/02/2018 - 15:32

Mais do programa