Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Engenheiros da UnB recomendam demolição do viaduto que desabou

Após análises em amostras da estrutura, especialistas concluíram que os 194 metros de viaduto devem ser demolidos

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 08/03/2018 - 10:59

O que restou do viaduto do Eixão Sul após o desabamento de parte da estrutura, há um mês, deve ser totalmente demolido. Esta é a recomendação feita pelos especialistas da Faculdade de Tecnologia da Universidade de Brasília, divulgada nesta quarta-feira (7), após análises em amostras da estrutura.

O viaduto do Eixão Sul possui oito placas de pavimento, chamadas lajes, sete pilares e duas cortinas, que são as partes que unem a estrutura ao resto da via. Ao todo, são 194 metros de viaduto, que os especialistas recomendam demolir.

O estudo apontou, ainda, que as causas da queda parcial da estrutura são infiltração e desgaste do aço, que faz parte dos cabos de sustentação. Fissuras de até um centímetro de largura foram encontradas e muita água infiltrada, fruto de 58 anos sem manutenção.

Na última semana, o Governo do Distrito Federal divulgou que o grupo de trabalho montado pelo governo entrou em consenso quanto à reforma do viaduto, sem precisar de demolição total. O professor Marcos Honorato, que integra a comissão montada pelo governo, nega a informação.

Os especialistas argumentam que a decisão sobre o que fazer cabe ao GDF, que pode optar por outras saídas, desde que faça o mesmo que a Universidade: um estudo técnico aprofundado. Marcos Honorato explicou que a recomendação leva em conta a segurança à população e a sensação de segurança que as pessoas devem ter ao passar pelo viaduto.

Ouça o Repórter Nacional - Brasília (7h40) desta quinta-feira (8):

 

Ouça também nesta edição:

- Vigilância Sanitária descarta risco de surto da bactéria KPC

Criado em 08/03/2018 - 11:04

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa