Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Campanha pretende prevenir a gravidez na adolescência

Durante o mês de fevereiro estão previstas diversas ações voltadas para o esclarecimento de jovens sobre o assunto

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 04/02/2019 - 07:55

Começa nesta segunda-feira (4) uma série de atividades educativas para prevenir a gravidez na adolescência.

A campanha da Secretaria de Justiça e Cidadania do DF (Sejus) vai realizar ações de conscientização durante todo o mês de fevereiro para adolescentes atendidos nos centros de atenção à criança e aos que cumprem medida socioeducativa.

Membros do Comitê Consultivo dos Direitos da Criança e Adolescente do DF e Conselheiros Tutelares também são público-alvo da campanha.

A programação inclui debate, exibição de filmes e a assinatura de uma carta compromisso com o plano continuado de prevenção da gravidez na adolescencia apresentado pela Sejus.

Levantamento realizado pela consultoria Macroplan, intitulado de Índice dos Desafios da Gestão Estadual, aponta que o DF tem o menor índice de gravidez precoce do País. Em 2016, 12% dos nascidos vivos na capital federal são filhos de mulheres de 10 a 19 anos.

A gravidez na adolescência é 3ª causa de mortalidade juvenil, perdendo apenas para homicídios e acidentes no trânsito, segundo dados da Organização Mundial de Saúde.

O Governo do Distrito Federal destaca que a adolescente que engravida precocemente enfrenta situação de risco, pois o corpo, em formação, não está pronto para uma gestação. O bebê pode nascer prematuro e, na maioria dos casos, há complicações na gravidez e no parto. Contribuem para a gravidez na adolescência fatores como a pobreza; a falta ou inadequação de modelos de identificação oferecidos pela sociedade, como um enaltecimento da mulher grávida.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília desta segunda-feira (4), às 7h55:

Criado em 04/02/2019 - 10:23

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa