Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Mais seis escolas públicas do DF vão adotar modelo de gestão compartilhada

Colégios da Asa Norte, Taguatinga, Samambaia, Núcleo Bandeirante, Paranoá e Planaltina deverão estudar a possibilidade

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 12/07/2019 - 07:30

O Governo do Distrito Federal quer ampliar o modelo de gestão compartilhada entre a Secretarias de Educação e de Segurança Pública para os alunos dos Centros Educacionais Gisno, na Asa Norte; 01 do Itapoã; Condomínio Estância III, de Planaltina. Também dos Centros de Ensino Fundamental 19, de Taguatinga; 407 de Samambaia e 01 do Núcleo Bandeirante.

Mas, segundo o governo, antes de o modelo ser ampliado, os gestores, professores e alunos das escolas serão ouvidos para falar se concordam com esse tipo de administração escolar, como explica o assessor especial da Secretaria de Educação, Davi Nogueira.

Se houver a aprovação da comunidade escolar, o DF contará com 14 mil alunos que vão estudar em colégios onde cerca de 20 a 25 policias militares ajudam na disciplina da instituição, enquanto os professores continuam responsáveis pela parte pedagógica. Manter o modelo custa cerca de R$ 200 mil por ano por escola. 

A pasta da Educação estuda colaboração das Secretarias de Cultura e Esporte para oferecer atividades diferenciadas nesses colégios.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília desta sexta-feira (12), de 7h30:

Criado em 12/07/2019 - 09:20

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa