Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

TST suspende liminar e autoriza desconto no salário de metroviários grevistas

Segundo o sindicato dos metroviários, só depois do julgamento do dissídio coletivo pelo TRT-DF é que vão decidir o que será feito em relação à decisão do TST

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 11/07/2019 - 07:30

O presidente do Tribunal Superior do Trabalho, ministro João Batista Brito Pereira, concedeu ao Metrô DF o direito de descontar os salários dos funcionários que estão em greve. A decisão também suspendeu a liminar que garantia aos empregados o direito de serem ressarcidos por descontos salariais já efetuados.

De acordo com a decisão do ministro, ao não permitir os descontos em folha, a ordem e a economia pública estariam em grave risco, já que os empregados continuariam indefinidamente o movimento grevista, sem chegar a um acordo - e sem prestar o serviço à população - que seria prejudicada.

Na sentença, além de autorizar os descontos dos salários e suspender a devolução de valores já descontados, o metrô também ficou autorizado a não aplicar as normas coletivas enquanto não houver um acordo devidamente acertado entre a empresa e o sindicato.

O Sindicato dos Metroviários disse, por meio da assessoria, que a prioridade, agora, é esperar o julgamento do dissídio coletivo da categoria pelo Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o que ainda não tem data para ocorrer.

Só depois desse julgamento é que o sindicato vai decidir o que será feito em relação à decisão do TST. Os metroviários seguem em greve. Não há previsão para a realização de uma nova assembleia.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília desta quinta-feira (11), de 7h30:

Tags:  metrô

Criado em 11/07/2019 - 09:46

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa