Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Balanço aponta que 626 aposentados e pensionistas do GDF tiveram os benefícios cancelados em 2019

Com o cancelamento o Instituto conseguiu até o mês de setembro uma economia de R$ 319 milhões.

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 18/10/2019 - 18:50

O Instituto de Previdência dos Servidores Públicos do Distrito Federal, Iprev, cancelou este ano 629 benefícios que eram pagos a aposentados e pensionistas já mortos ou que passaram da idade de receber o dinheiro.

O presidente do Iprev, Ney Ferraz Júnior, disse que quem recebeu o dinheiro irregularmente vai ter que devolver.

Outros 3.700 servidores estão na mira do Iprev e terão que fazer prova de vida junto ao banco onde recebem o benefício ou no próprio Instituto. Caso contrário terão o pagamento suspenso já agora em novembro.

As irregularidades foram descobertas por meio do recadastramento anual de servidores Publicos Ativos, Inativos e Pensionistas. Desde janeiro de 2019, é obrigatória  a atualização dos dados a cada mês de aniversário do inativo.

O Iprev é deficitário. Todos os meses o GDF tem que repassar cerca de R$ 250 milhões para bancar as aposentadorias e pensões. Esse dinheiro poderia ser utilizado na saúde, segurança e educação em benefício de toda comunidade.

Criado em 18/10/2019 - 18:53

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa