Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Geddel volta a ser preso e transferido para Brasília

Além do ex-ministro, também foi detido, preventivamente, o superintendente da Defesa Civil de Salvador, Gustavo Ferraz

Repórter Nacional

No AR em 08/09/2017 - 13:52

O ex-ministro Geddel Vieira Lima  voltou a ser preso, nesta sexta-feira (8), em Salvador, três dias após a Polícia Federal (PF) encontrar mais de R$ 51 milhões, atribuídos a ele, em um apartamento. Duas viaturas da PF estiveram no condomínio residencial onde ele cumpria prisão domiciliar, no Bairro da Barra, região nobre da capital baiana.

 

Geddel Vieira Lima

Além de Geddel, também foi preso, preventivamente, o superintendente da Defesa Civil de Salvador, Gustavo Ferraz. Após a prisão, ele foi exonerado do cargo, conforme informou a prefeitura municipal.

 

A força-tarefa denominada Greenfield, cumpriu, além das duas prisões, três mandados de busca e apreensão, nas residências de Geddel, da mãe do ex-ministro e de Ferraz. Todos em Salvador, como parte de mais uma fase da Operação Cui Bono (expressão em latim que significa "a quem interessa?"), que investiga desvios de recursos em vice-presidências na Caixa Econômica Federal.

 

O pedido de prisão de Geddel foi feito pelo delegado da PF, Marlon Cajado, que defendeu a necessidade de medidas para evitar a destruição de elementos de provas importantes. Depois, o  juiz federal da 10ª Vara em Brasília, Wallisney Oliveira, acatou o pedido e autorizou o cumprimento dos mandados, para recolher provas de crimes como corrupção passiva, lavagem de dinheiro e organização criminosa.

 

Ouça íntegra do programa no player abaixo.

 

 

Outros destaques desta edição do Repórter Nacional: - No Rio, a expectativa é pelo depoimento do ex-procurador envolvido no caso JBS; - Dez operadoras têm suspensão de venda de novos planos de saúde; - Receita libera consulta a quarto lote do Imposto de Renda.

Mais do programa