Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Campanha da ONU alerta para assassinatos de negros no Brasil

A ONU lançou nesta terça-feira (7) a campanha Vidas Negras, como parte da celebração da Década Internacional de Afrodescendentes

Repórter Nacional

No AR em 07/11/2017 - 11:30

De 30 mil pessoas assassinadas por ano no Brasil, 23 mil são negras, mais de 70%. Para chamar a atenção para essa realidade a Organização das Nações Unidas (ONU) lançou nesta terça-feira (7) a campanha Vidas Negras, com a mensagem principal de que elas importam.

Participam dos vídeos e materiais voltados às redes sociais artistas como os atores Érico Brás e Taís Araújo, a escritora Elisa Lucinda e os integrantes do Dream Team do Passinho.

Ouça a edição completa do Repórter Nacional no player abaixo:

 

A campanha da ONU faz parte da celebração da Década Internacional de Afrodescendentes e, segundo a oficial de Programa do Fundo de População da ONU, Ana Cláudia Pereira, quer chamar a atenção para o que ela classifica como uma acentuada desigualdade racial no Brasil.

A ONU cita como com bons exemplos do país as cotas em universidades, e o papel que o movimento negro brasileiro teve ao colocar a discussão racial na agenda pública.

A campanha Vidas Negras, da ONU, pode ser encontrada na página das Nações Unidas no Brasil, no Facebook, e também no site da ONU. E quem usar a hashtag Consciência Negra e Vidas Negras no twitter vai ver um punho negro cerrado na postagem.

 

Criado em 08/11/2017 - 00:40 e atualizado em 08/11/2017 - 00:40

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa