Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Governo deve enviar ao Congresso ajustes da Reforma Trabalhista

Entre os pontos que devem ser modificados está a jornada de 12 por 36 horas, onde o funcionário trabalha 12 horas e folga as 36 seguintes

Repórter Nacional

No AR em 13/11/2017 - 15:02

Após a entrada em vigor da Reforma Trabalhista, alguns pontos ainda precisam de regulamentação e a expectativa é a de que o governo envie um texto, em breve, para alterar temas polêmicos da reforma.

Ainda não se sabe se as alterações serão enviadas por medida provisória ou por projeto de lei. Entre os pontos que devem ser modificados está a jornada de 12 por 36 horas, onde o funcionário trabalha 12 horas e folga as 36 seguintes. De acordo com a reforma, a jornada pode ser definida por acordo individual. Mas, com o novo texto, esta modalidade só poderá ser fixada em convenção coletiva de trabalho.

Ouça esta edição na íntegra:

 

Outro ponto que deverá ser modificado é o que trata de gestantes e lactantes em ambiente insalubre. A reforma diz que a trabalhadora só será afastada da atividade em local com insalubridade de graus médio ou máximo a pedido do médico.

Mas, com a regulamentação, a expectativa é a de que as gestantes sejam afastadas de qualquer local ou operação insalubre durante a gravidez.

Confira também nesta edição do Repórter Nacional:

- Temer lança ações emergenciais no Rio de Janeiro

- Sobe para 119 o número de policiais assassinados no Rio

Mais do programa