Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Governo do RJ entra com interpelação contra Torquato Jardim

Esta semana, o ministro da Defesa fez acusações polêmicas ao comando da polícia no estado

Repórter Nacional

No AR em 02/11/2017 - 13:19

O governo do Rio de Janeiro aguarda um posicionamento do ministro da Justiça, Torquato Jardim, sobre as declarações polêmicas dadas nesta semana. Nesta manhã (2), o governador do Rio deu uma entrevista à CBN e disse que as afirmações do ministro não passam de ilações. Nesta quarta-feira (01), o governo protocolou uma interpelação judicial contra o ministro e essa decisão foi anunciada numa reunião, onde estavam presentes o Secretário Estadual de Segurança, Roberto Sá, o governador Luiz Fernando Pezão, além de comandantes dos batalhões do RJ, o comandante geral da polícia militar e o vice-governador, Francisco Dornelles.

O governo do RJ defende que o ministro precisa comprovar todos os fatos para não responder pelos crimes de calúnia, injúria e difamação, além do crime de prevaricação. O governo pede ainda que o ministro seja obrigado a descrever os fatos ilícitos a que fez referências e também liste os nomes dos agentes.

O pedido cita ainda trechos de entrevistas publicadas, nas quais o ministro diz a jornalistas que existem dados do serviço de inteligência subsidiando suas afirmações. O governo do RJ argumenta que os fatos criminosos mencionados devem se tornar conhecidos pelo princípio da publicidade, da moralidade e da indisponibilidade de interesse público.

Para o governo, a interpelação é um meio de esclarecer as acusações para, num segundo momento, poder adotar medidas cabíveis.

Ouça também nesta edição:

Ouça o jornal na íntegra:

 

Confira também nesta edição do Repórter Nacional (02):

Dia de Finados no Rio é marcado por homenagens aos 114 policiais mortos este ano

Mais do programa