Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Embargo da União Europeia à carne de frango brasileira começa a valer

Medida foi tomada com base nas denúncias de fraudes cometidas por empresários e fiscais agropecuários decorrentes da Operação Carne Fraca

Repórter Nacional

No AR em 17/05/2018 - 10:40

A proibição da venda de carne de frango de 20 frigoríficos do Brasil para União Europeia começou a valer nesta quarta-feira (16).

No dia 18 de abril, o bloco de 28 países europeus decidiu embargar a importação de carne de frango com base nas denúncias de fraudes cometidas por empresários e fiscais agropecuários decorrentes da Operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

Doze dos frigoríficos pertencem a BRF, empresa dona da Perdigão e da Sadia. As autoridades europeias consideram que a investigação da Polícia Federal aponta um número significativo de casos da bactéria Salmonella em carne de aves de vários estabelecimentos no Brasil.

Os europeus argumentam ainda que as autoridades brasileiras não teriam tomado as medidas necessárias para corrigir as irregularidades. Com isso, não existiriam garantias suficientes de que os estabelecimentos cumprem atualmente os requisitos da União Europeia, o que poderia, segundo o documento, gerar riscos à saúde pública do bloco.

O ministério da Agricultura nega que a carne traga risco à saúde pública e argumenta que a decisão do bloco se trata de um embargo puramente comercial, como já defendeu o ministro Blairo Maggi.

O governo afirma que vai recorrer à OMC, Organização Mundial do Comércio, para tentar reverter o embargo. Projeção feita recentemente pela Associação Brasileira de Proteína Animal indica que o embargo deve gerar, neste ano, perda de 30% sobre o total do produto exportado pelo Brasil para a União Europeia.

Ouça o Repórter Nacional (7h) desta quinta-feira (17):


 

Confira também nesta edição:

Sistema Único de Segurança é aprovado no Senado

Michel Temer anuncia a construção de mais de 50 mil casas

Assinado pacto de combate à LGBTfobia

Mais do programa