Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Violência no Brasil bateu novos recordes em 2017

Homicídios, violência policial e estupros registraram maiores crescimentos

Repórter Nacional

No AR em 10/08/2018 - 09:41

Em 2017, 175 pessoas foram assassinadas por dia no Brasil. Foram quase 64 mil mortes violentas, um aumento de quase 3% comparado com 2016 e que fez o país  bater mais um recorde no histórico de violência. Com uma taxa de 30,8 homicídios por 100 mil habitantes, o Brasil tem uma taxa três vezes maior que o limite definido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) para considerar a violência epidêmica.

O Brasil também registrou um novo recorde também na violência contra a mulher. O número de estupros aumentou mais de 8% quando comparado com 2016 e chegou a mais de 60 mil casos. A cada 10 minutos, um estupro é registrado no país. Na prática, esse número pode ser dez vezes maior, já que menos de 10% dos estupros são registrados em boletins de ocorrência.

O que também cresceu foi o número de pessoas mortas em intervenções policiais. Em média, são 14 mortes decorrentes de ações policiais por dia. Um crescimento de 20% comparado com 2016. O número coloca a polícia brasileira como uma das mais letais do mundo e a situação varia muito de estado para estado. A polícia de São Paulo é a mais letal. De cada 3 homicídios registrados na capital paulista, um foi resultado de uma ação policial.

Esses são números que estão no Anuário Brasileiro de Segurança Pública que foi divulgado nessa quinta-feira (9) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Segundo a análise feita pelos especialistas do Fórum, o aumento da violência tem relação direta com o caos no sistema prisional e o crime organizado para a venda de armas e drogas. Sobre as armas, o fórum afirma que há um completo descontrole sobre as armas que circulam no país.

Enquanto a violência cresce, os estados, que respondem por mais de 8 a cada 10 reais investidos na segurança pública, não aumentam os gastos no setor. Em função do teto no corte de gastos.

Mais informações no player acima.

Ouça no Repórter Nacional:

- Reajuste do salário dos ministros do Supremo vai custar mais de 240 milhões de reais ao orçamento da União

- Política de frete Mínimo para o Transporte Rodoviário de cargas já está valendo

- Brasil antecipa cumprimento de meta de redução de carbono

Mais do programa