Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Presidente assina leis que ampliam proteção a mulheres vítimas de violência doméstica

Uma delas é a que garante a matrícula dos dependentes da mulher vítima de violência doméstica nas escolas mais próximas à residência da família

Repórter Nacional

No AR em 09/10/2019 - 07:00

Duas medidas que modificam a Lei Maria da Penha, de 2006, foram sancionadas nesta terça-feira pelo presidente Jair Bolsonaro. Uma delas é a que garante a matrícula dos dependentes da mulher vítima de violência doméstica nas escolas mais próximas à residência da família.

O outro item prevê a apreensão de arma de fogo como medida protetiva à vítima de violência doméstica. Com isso, caso a vítima registre ocorrência contra o agressor, a autoridade policial deve, imediatamente, verificar se ele tem alguma arma registrada em nome dele e pedir a suspensão do porte.

Também nesta terça, o presidente participou da cerimônia de comemoração da lei que altera o regime de concessões de telecomunicações no Brasil. A matéria modifica a atual legislação sobre o assunto e permite que o regime de Concessões seja migrado para o regime de Autorização. Isso deve simplificar e reduzir a burocracia para as empresas de telecomunicação atuarem no setor. Mas, em troca, as companhias devem investir em expansão de banda larga.

Para o ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, esses investimentos vão atingir positivamente a população, principalmente a que tem pouca qualidade de acesso à Internet.

A medida foi aprovada pelo Senado, em setembro, e sancionada na última sexta-feira, sem vetos, pelo presidente Jair Bolsonaro.

Agora, a autorização dispensa a necessidade de licitação pública e pode ser cancelada pelo poder público, a qualquer momento do contrato. Para a migração de concessão para autorização, as empresas concessionárias devem pedir à  Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). O ministério estima um prazo de até um ano para a regulamentação da nova lei.

Ouça o Repórter Nacional (7h) desta quarta-feira (9):

 

Outros destaques desta edição:

- Petrobras recolhe mais de 133 toneladas de resíduo oleoso de praias do Nordeste

- Câmara aprova crédito para vários ministérios; sessão foi encerrada antes da votação no Senado ser concluída

- Tribunal Regional Federal julga hoje pedido do ex-presidente Temer para viagem à Inglaterra

- Caixa paga hoje até R$ 500 do FGTS para parte dos correntistas

Criado em 09/10/2019 - 08:53

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa