Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Justiça decide por manter corpo de brasileiro congelado nos EUA

Segundo especialista, apesar da briga na família, o mais comum é preservar a vontade da pessoa morta

Revista Brasil

No AR em 27/03/2019 - 11:25

Nessa terça-feira (26), em decisão inédita, o Superior Tribunal de Justiça (STJ), reconheceu o direito de preservação de um corpo de um brasileiro em procedimento de criogenia, que é a técnica de preservação do cadáver congelado em baixas temperaturas, para que possa ser ressuscitado no futuro. O caso foi para Justiça, já que as filhas do falecido não entravam em acordo. Parte queria o enterro e parte aceitava o congelamento.

De acordo com a advogada especializada em Direito Homoafetivo, Famílias e Sucessões, Vice-Presidente Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM e Desembargadora aposentada, Maria Berenice Dias, não existe legislação a respeito, já que a lei não consegue prever todas as possibilidades. “A lei não diz nada a respeito disso, mas diz, que a vontade da pessoa morta há que ser preservada”, explica.

Revista Brasil vai ao ar de segunda-feira a sábado, às 8h, na Rádio Nacional de Brasília. É transmitido de segunda a sexta-feira, às 8h, na Rádio Nacional da Amazônia e na Rádio Nacional do Rio de Janeiro. E também de segunda a sexta-feira, às 6h, na Rádio Nacional do Alto Solimões.

Criado em 27/03/2019 - 11:29

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa