Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Dermatologista fala de prejuízos e benefícios da exposição ao sol

Ele afirma que para produção da vitamina D, 20 minutos por três vezes na semana é o suficiente, mas ressalta a necessidade de acompanhamento médico

Revista Brasil

No AR em 22/10/2019 - 10:43

O Revista Brasil desta terça-feira (22) entrevistou o médico dermatologista Luciano Morgado para falar dos prejuízos e benefícios da exposição ao sol.

Ouça no player abaixo:


Segundo ele, estudos mostram que a exposição em pequenas quantidades em apenas uma parte do corpo (membros inferiores, por exemplo), por pouco tempo (20 minutos por três vezes na semana), seriam suficientes para a produção de vitamina D.

 

"Não tem necessidade de muito tempo ao sol. Porque isso ao longo do tempo, sem dúvida, aumenta o risco do câncer de pele", afirmou.

 

O dermatologista falou da necessidade de se criar o hábito de usar o protetor solar. Ele explicou ainda que do fator 30 para o 60 não dobra a proteção e sim aumenta a durabilidade na pele. Para dia a dia, o fator 30 é o suficiente. 

Sobre a produção da vitamina D, ele ressaltou a importância também de acompanhamento médico.

Revista Brasil vai ao ar de segunda-feira a sábado, às 8h, na Rádio Nacional de Brasília. É transmitido de segunda a sexta-feira, às 8h, na Rádio Nacional da Amazônia e na Rádio Nacional do Rio de Janeiro.

 

Tags:  sol Vitamina D pele

Criado em 22/10/2019 - 11:43

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa