Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Defasagem do Imposto de Renda pode passar de 75% em 2015

Com o fechamento do IPCA de 2014 em 6,41%, a defasagem da tabela do

A defasagem na tabela do Imposto de Renda de Pessoa Física pode chegar ao final deste ano em 75,43%. A constatação é de estudo elaborado pelo Sindicato Nacional dos Auditores-Fiscais da Receita Federal (SindifiscoNacional), com base em informações da Receita Federal e do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

 

Em entrevista ao programa Revista Brasil, o vice-presidente do Sindicato Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal (Sindifisco), Mario Pinho, disse que nos últimos anos a tabela não vem sendo corrigida e quando a correção acontece o índice utlizado é abaixo da inflação.

 

“Nos anos de 2012, 2013 e 2014, nós tivemos uma inflação sempre próxima ao teto da meta, acima dos 6% e a tabela do imposto de renda vendo sendo reajustada somente em 4,5%”, informou  Mario Pinho. O auditor também lembrou que entre 1996 e 2002 a tabela do imposto de renda não teve nunhum reajuste.

 

Ouça também: Saiba qual a melhor opção para financiamento de carros

 

De acordo com o auditor, atualmente, o trabalhor que recebe dois sários mínimos e meio já paga imposto de renda. “Isso prejudica priincipalmente o trabalhado que tem remuneração menor, porque não têm ou não teriam condições de pagar o imposto de renda e já estão fazendo parte do universo de contribuintes” ressalta Mario Pinho.

 

Confira a íntegra da entrevista ao programa Revista Brasil e saiba sobre a tabela do imposto de renda.

 

O programa vai ao ar de segunda a sábado, das 8h às 10h, na Rádio Nacional de Brasília, uma emissora da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). A apresentação é do jornalista Valter Lima.

 

Ouça outras edições do Revista Brasil



Criado em 14/01/2015 - 12:18 e atualizado em 24/02/2015 - 10:53

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa