Falta defensor público em 61% das comarcas brasileiras, aponta levantamento

O IV Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil já está disponível no portal do MJ e no site da Anadep
Defensoria Pública, justiça, formandos
Defensoria Pública, justiça, formandos Fotos GOVBA / Flickr / CC

Um diagnóstico sobre a situação da Defensoria Pública no Brasil já está disponível no portal do Ministério da Justiça e no site da Associação Nacional dos Defensores Públicos (ANADEP).
 
Para falar sobre esse levantamento, o Revista Brasil entrevistou o presidente da Associação Nacional dos Defensores Públicos (Anadep), Joaquim Neto.
 
Ele fala da importância de ter uma defensoria pública em todo território nacional. “A defensoria pública tem uma previsão constitucional como responsável pelo modelo público de prestação de assistência jurídica gratuita as pessoas que não tem condições de pagar um advogado privado”, explica.
 
O presidente da Anadep avalia que o diagnóstico traça realmente um perfil real da situação que se encontra a defensoria pública no país no exato momento e permite comparar aos diagnósticos anteriores e perceber os avanços da instituição: "É uma ferramenta de atuação política muito importante e que deve ser de conhecimento mais amplo possível, porque demonstra a real situação da defensoria pública no país”, diz.
 
Joaquim Neto explica que conforme o diagnóstico, atualmente faltam defensores públicos em 61% das comarcas brasileiras.
 
Clique aqui e acesse o IV Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil.
 
Entenda o assunto ouvindo a entrevista na íntegra no player acima.
 
O Revista Brasil é uma produção das Rádios Nacional Brasília e Rio de Janeiro, e vai ao ar, de segunda a sábado, às 8h. A apresentação é de Valter Lima.

Produtor
Eliana Sousa
Revista Brasil
em
14/01/2016 - 14:55
atualizado em
14/01/2016 - 16:48