Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Sábado, dia 21, é Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa

A data foi criada após a invasão a um templo por fundamentalistas

O Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa é lembrado neste sábado (21).  A data  foi instituída pela lei federal 11.666 de 2007, proposta por um deputado do estado da Bahia, após a morte de uma sacerdotisa de matriz africana, que teve seu templo e casa depredados por fundamentalistas religiosos, que a acusaram de bruxaria. O fato ocorreu coincidemente no dia 21 de janeiro, que também é o Dia Mundial da Religião. 

 

O Tarde Nacional desta quarta-feira (18) conversou com o assessor da subsecretaria de Direitos Humanos do DF, Elianildo Nascimento, sobre a importância desta data. Ele diz que a data serve para refletir sobre a necessidade de desenvolver o respeito pelas diversas crenças, tradições e convicções, como ateus e agnósticos, que não possuem crenças religiosas mas também são fruto de intolerância e violências.

 

Em 2016, surgiu o 1º Comitê Distrital da Diversidade Religiosa, por recomendação do Plano Nacional de Direitos Humanos de 2009, para que todos os estados trabalhassem o tema do respeito aos Direitos Humanos para a Diversidade Religiosa e Combate à Intolerância. Portanto agora, será lançado o comitê, no Salão Nobre do Palácio do Buriti, nesta sexta-feira (20), às 16h.

 

Saiba mais sobre as atividades pela celebração do Dia Nacional de Combate à Intolerància Religiosa no player acima.



Criado em 18/01/2017 - 17:23 e atualizado em 21/01/2017 - 11:59

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique