Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Os caminhos para a crescente população idosa no Brasil

A inclusão da pessoa idosa no ambiente urbano é discutida no Tema

A população idosa, com mais de 60 anos, no Brasil, é formada por cerca de 23 milhões de pessoas. A partir de 2050, estima-se que, no mundo, 900 milhões de pessoas estarão nessa faixa etária. De acordo com informações divulgadas pela Organização das Nações Unidas (ONU), pela ocasião do Dia Internacional do Idoso, comemorado todo dia 1º de outubro, é preciso repensar as cidades, que não estão preparadas para uma "revolução demográfica global".

 

O Tema Livre desta quinta-feira (05), uma reapresentação do programa que foi, originalmente, transmitido no último dia 28 de outubro, propôs uma discussão sobre este assunto. Para este debate, o programa recebeu Tarso Mosci, médico geriatra e gerontólogo e presidente da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia (SBGG) no Rio de Janeiro; e Maria Angélica Sanches, especialista em Gerontologia, presidente do Departamento de Gerontologia da SBGG.

 

A falta de preparo dos sistemas de saúde e segurança dos países da América Latina é apontado como um empecilho para uma maior qualidade de vida dos cidadãos quando chegam à terceira idade. Vive-se mais, mas ainda não existem condições para que se viva melhor. "Nossa população está envelhecendo, e a passos rápidos. Enquanto isso se deu em décadas, quase 100 anos, nos países desenvolvidos, aqui isso está acontecendo em 20, 30 anos, com todas as dificuldades estruturais, conjecturais que a gente tem no nosso país...", declara Tarso Mosci, ressaltando que diversos fatores, como educação e saneamento básico, entre outros, fazem a diferença na qualidade de vida da população quando envelhece.

 

Para ouvir este programa na íntegra, basta clicar no player acima.

 

O Tema Livre é transmitido de segunda a sexta-feira, das 10h às 11h da manhã.



Criado em 05/11/2015 - 13:47 e atualizado em 05/11/2015 - 15:52

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique