Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Pesquisa analisa possibilidade de armazenamento de gás carbono para diminuir o efeito estufa

Experimentos mostram que é possível capturar o gás e armazená-lo em formações rochosas que existem no interior da terra

Brasil Rural

No AR em 27/08/2018 - 10:34

Nesta segunda-feira (27), o Brasil Rural conversa com o diretor do Instituto de Energias e Ambientes da Universidade de São Paulo (USP) e professor, Colombo Celso Gaeta Tassinari, que coordena uma pesquisa sobre armazenamento de gases poluentes, principalmente o gás carbono.

Segundo o professor, as grandes empresas, principalmente as do setor petrolífero e de geração de eletricitade tem uma preocupação ambiental muito grande. Uma das formas de auxiliar essas empresas na questão ambiental seria diminuir a emissao dos gases que produzem o efeito estufa. O mais importante desses gases é o dióxido de carbono. Uma das possíveis soluções para a diminuição da emissão do carbono é seu armazenamento, impedindo que ele passe para a atmosfera.

A pesquisa realizada pela USP estuda o armazenamento do carbono em formações rochosas. O estudo está sendo realizado nas regiões sul e sudeste, que são os locais onde mais se emite CO2 no Brasil e tem forte concentração de indúsitrias, incluindo a exploração de petróleo e as usinas termoelétricas.

“O que difere nosso projeto de outros que já ocorreram é primeiro é o caráter multidisciplinar desse projeto, que envolve a parte tecnológica de Geologia, de estudo das rochas e análise dessas rochas; envolve estudo de viabilidade econômica; e envolve também estudo de impactos socio-ambientais, ou seja, que tipo de impacto poderia produzir na vida das pessoas ou no ambiente armazenando o carbono nas rochas dessa região", explica o professor.

 

O coordenador da pesquisa explica ainda que a outra particularidade do projeto é o tipo de rocha que é estudado. De acordo com ele, hoje em dia já é bastante usada no mundo a estocagem de carbono nas rochas reservatórias de petróleo, ou seja, as pessoas retiram o petróleo e depois utilizam essas mesmas rochas para armazenar o carbono. O trabalho dos pesquisadores nesta pesquisa da USP é focado em uma rocha que está sendo conhecida melhor agora, que se chama folhelho negro, uma rocha sedimentar folhada, muito rica em matéria orgânica.

Ouça a entrevista na íntegra no player abaixo:

Brasil Rural vai ao ar, de segunda a sexta-feira, às 5h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional AM Rio; sábado, às 5h, pela Rádio Nacional do Alto Solimões e, às 7h, pelas rádios Nacional AM Brasília e Nacional da Amazônia.

 

Criado em 27/08/2018 - 10:47

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa