Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

DF está entre as seis unidades da Federação com alto número de mortes de bebês com menos de 1 ano

Entre as principais causas estão as afecções perinatais como hipertensão da mãe e descolamento de placenta, e as malformações congênitas

Repórter Nacional - Brasília

No AR em 06/12/2019 - 09:21

O Distrito Federal tem o 6º maior percentual em registros de mortes de crianças menores de um ano entre as Unidades da Federação. Os dados são referentes a 2018 e integram a pesquisa de Registro Civil do IBGE.

De acordo com o estudo, 60% dessas mortes ocorreram nos primeiros 7 dias de vida, a chamada mortalidade precoce neonatal. A informação coloca o DF entre os cinco maiores percentuais, atrás apenas de Roraima, Amazonas, Amapá e Acre.

Dos 456 óbitos de menores de 1 ano registrados em 2018, no DF, 274 ocorreram na 1ª semana de vida.

Para Michella Reis, analista de informações geográficas e estatísticas do IBGE, o dado deve ser utilizado para avaliar o cenário e as políticas públicas de saúde materno infantil no DF.

No entanto, a presidente do Comitê de Prevenção e controle de óbito materno fetal e infantil do Distrito Federal, pediatra Miriam Santos rebate esses números.

Segundo ela, os dados apresentados pelo Ministério da Saúde referentes a 2018 são outros.

Entre as principais causas estão as afecções perinatais como hipertensão da mãe e descolamento de placenta, e as malformações congênitas.

Outros destaques do Repórter Nacional - Brasília desta sexta-feira (06) 7h30:

Criado em 06/12/2019 - 09:27

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa