Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Costureiras de escolas de samba fazem trajes hospitalares

Acostumadas a fazerem fantasias e alegorias para as escolas de samba Unidos de Padre Miguel e Vila Isabel, elas agora costuram trajes cirúrgicos descartáveis para profissionais de saúde

Repórter Nacional

No AR em 06/04/2020 - 09:31

Só no Hospital Municipal Ronaldo Gazolla, referência para tratamento da Covid-19, chegam a ser utilizados, por dia, 2 mil desses trajes; parte dos equipamentos de proteção individual.

A RioSaúde, empresa pública municipal, fornece a matéria-prima, além de máscaras e álcool em gel para que as costureiras façam a proteção e a higienização das mãos antes de manusear o tecido.

A ideia de usar a mão-de-obra das costureiras do samba surgiu da dificuldade de comprar o material neste momento.

O material será encaminhado para unidades de saúde, administradas pelo município, que estejam na linha de frente no combate ao novo coronavírus e a primeira remessa será entregue ainda nesta segunda-feira (6).

Ouça o Repórter Nacional (7h) desta segunda-feira (06):

Outros destaques desta edição:

- Casos de coronavírus no Brasil passam dos 11 MIL e 486 pessoas morreram ...
- Ministério da Saúde alerta para risco de aceleração dos casos no Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Ceará e Amazonas
- No Rio de Janeiro, para evitar aglomerações, quem precisa trabalhar vai ter que seguir turnos pré-definidos para usar o transporte público
- Semana começa com previsão de votação de ajuda aos estados e medidas provisórias na Câmara dos Deputados

Criado em 06/04/2020 - 09:36

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa