Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Cientistas pedem que OMS reavalie transmissão do novo coronavírus pelo ar

A OMS tem defendido que a contaminação se dá por gotículas respiratórias

Repórter Nacional

No AR em 08/07/2020 - 08:53

A Organização Mundial da Saúde reconhece que há evidências da transmissão do novo coronavírus pelo ar, mas destaca que elas não são definitivas e que é preciso aprofundar os estudos, segundo explicou, nesta terça-feira, Benedetta Allegranzi, principal autoridade da OMS para prevenção e controle de infecções.

A representante da OMS respondia a questionamento sobre uma carta aberta divulgada por 239 cientistas alertando para o risco de transmissão do novo coronavírus pelo ar. O grupo fez um apelo aos órgãos nacionais e internacionais e à comunidade médica sobre o risco significativo, de acordo com os especialistas, de transmissão da Covid-19 por gotículas microscópicas a distâncias curtas ou médias, de até vários metros. 

A Organização Mundial da Saúde considera que, até o momento, os estudos sugerem que o vírus é transmitido principalmente pelo contato direto com gotículas respiratórias e não pelo ar. No site da organização, a entidade afirma que essas gotículas são relativamente pesadas, não viajam longe e caem rapidamente no chão. Por isso, a OMS recomenda que as pessoas  fiquem, pelo menos, um metro de distância dos outros. 

Na carta aberta publicada na revista científica Clinical Infectious Diseases, ou Doenças Infecciosas Clínicas, da Universidade de Oxford, no Reino Unido, o grupo de pesquisadores apela para que sejam reforçadas as orientações sobre a transmissão do vírus pelo ar. 

Eles consideram que gotículas menores, que não são pesadas, podem conter o vírus e ficar circulando no ambiente por mais tempo, levando a infecção de outras pessoas, especialmente em locais fechados ou de pouca circulação de vento. Os cientistas recomendam, então,  maior ventilação em locais como edifícios públicos, ambientes de trabalho, escolas, hospitais ou lares de idosos. Sugerem ainda o uso de exaustores para a filtragem do ar com alta eficiência, além de evitar a superlotação em locais fechados. 

Ouça o Repórter Nacional das 7h desta Quarta-feira (8):

Mais destaques dessa edição:

- Publicação de artigo desejando a morte de Bolsonaro será investigada pela Policia Federal

- Mais de Um Milhão 668 mil pessoas já foram contaminados pela Covid 19

- Câmara aprova Medida Provisória que permite reembolso de passagem aérea em até um ano

Criado em 08/07/2020 - 09:26

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa