Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Como ficam as mensalidades de escolas e universidades particulares na pandemia?

Como equilibrar a conta sem causar prejuízos para as instituições de ensino e para os estudantes e suas famílias?

Revista Rio

No AR em 22/05/2020 - 14:00

Em entrevista a Dylan Araujo, no programa Revista Rio, o advogado José Roberto Soares, especialista em Direito do Consumidor, comentou sobre uma recente decisão judicial que reduziu as mensalidades de uma faculdade de medicina do Rio de Janeiro durante a pandemia causada pela Covid-19.

Ouça no player abaixo:


Para o especialista, é evidente que não é justo que se pague a mensalidade total, já que as instituições de ensino estão com uma despesa muito menor do que o normal ao considerar o ensino feito a distância.

 

"Quando o ensino é feito a distância, quem está lucrando é o colégio, não é o aluno", disse o advogado, concordando com o ingresso dos estudantes na justiça para pedir a diminuição das mensalidades.


 

Segundo José Roberto, o abatimento se justifica e as escolas deveriam apresentar uma planilha mostrando a economia que o ensino a distância proporciona. Esse montante deverá fazer parte do cálculo do abatimento a ser oferecido aos estudantes. Algumas das vantagens dessa economia seriam em decorrência, entre outros fatores, do menor uso da energia elétrica e do material de limpeza, por exemplo.

 

"Quem tem que ministrar a educação é a faculdade. Se para isso ela está gastando menos, essa diferença tem que ser para os alunos e não para a faculdade", opinou.

Criado em 22/05/2020 - 15:34

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa