Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Gravidez Precoce: projeto transforma jovens em “pais” de pintinhos

A ação faz parte do projeto "Não faça filhos, leia livros" e busca

O programa Nacional Jovem conversou com a professora de Administração das Escolas Técnicas Estaduais, Lessandra Ribeiro, sobre um projeto inusitado que vem alertando jovens estudantes de uma escola pública na zona norte de Teresina(PI) sobre as consequências da gravidez na adolescência.

 

E para provar que adolescente não tem condições psicológicas para ter filhos, a professora entregou um pintinho para os casais de namorados cuidarem do animal. O casal escolhe o nome do filhote e recebe um cartão de vacina do pintinho. Durante um mês, o casal vai acompanhar o crescimento do animal com a guarda compartilhada.

 

A ideia é mostrar as responsabilidades necessárias para cuidar de outra vida. “Será que os adolescentes estão preparados para cuidar de uma criança?”, questiona a professora.

 

O projeto tem como lema a frase: “Não faça filhos, leia livros”, com o objetivo de incentivar a leitura e seus benefícios. Em contrapartida busca conscientizar os jovens que esse é o tempo de ler livros e não ter filhos.

 

O projeto também oferece palestras sobre abuso sexual, doenças sexualmente transmissíveis, as consequências do sexo sem preservativo e a gravidez na adolescência.

 

Alessandra Ribeiro diz que o resultado é um amadurecimento entre os jovens. “Após a etapa de um mês, a gente voltou com todos os alunos que estavam presentes na primeira palestra para a entrega dos pintinhos e ouvimos os depoimentos: 'Não quero, Deus me livre, eu não estou preparado pra ter filhos, não vejo a hora de devolver esse animal'. Eles não criaram nem amor pelos filhos”, relata a professora.

 

A escolha dos pintinhos foi estratégica porque é um animal que exige muitos cuidados, é uma ave inquieta, acorda cedo, faz muita bagunça, obrigando o casal a se desprender da rotina de adolescentes para ter responsabilidades de pai e mãe.



Criado em 09/09/2016 - 16:16 e atualizado em 09/09/2016 - 13:18

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa