Digite sua busca e aperte enter

Compartilhar:

Operação desarticula esquema de fraudes em municípios do Pará, Amapá e Tocantins

O prejuízo aos cofres públicos chega a 24 milhões de reais

Gestão fraudulenta, corrupção ativa e passiva e lavagem de dinheiro são alguns dos crimes investigados durante a operação Olho de Tandera da Polícia Federal.

Fundos previdenciários dos municípios de Portel, região do Marajó e Oueiras do Pará, no nordeste,  além de estados como Amapá e tocantins sofreram vários desvios.

O esquema fraudulento acontecia desde o ano de 2015 envolvendo instituições financeiras de fachadas e contava com a participação de funcionários públicos.

A Polícia Federal informa ainda que o prejuízo pode ultrapassar os 24 milhões de reais devido a possível existência de que outros institutos de previdência municipais do Pará também realizaram

repasses para o grupo empresarial criminoso.

Também são destaques do Repórter Amazônia dessa quarta-feira, 20:

- Fumaça prejudica a qualidade do ar em Cuiabá

- Manaus quer aumentar o número de árvores plantadas na cidade

- Campeonato de Surf terá ação de limpeza em praia de São Luís

Criado em 20/09/2017 - 20:30

Dê sua opinião sobre a qualidade do conteúdo que você acessou.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o "Fale com a Ouvidoria" da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando.

Denúncia Reclamação Elogio Sugestão Solicitação Simplifique

Mais do programa